Responsabilidade Social Saúde

Doe pares de tênis e ajude idosos de um projeto social de Macapá a terem uma vida mais saudável

Por Joyce Batista

A prática de exercícios físicos e hábitos saudáveis já é rotina na vida dos cerca de 80 idosos atendidos pelo projeto “Saúde do Diabético”, da Universidade Federal do Amapá (Unifap), mas muitos, por questões financeiras, ainda não possuem a principal ferramenta para esse tipo de atividade: um par de tênis. Por isso, o projeto abriu uma campanha de doação, esperando que todos ajudem.

Até o fim deste mês, serão arrecadados tênis esportivos com numeração 33/34, 35/36 ou 37/38. Os sapatos podem ser entregues na biblioteca da universidade, único ponto de arrecadação do projeto. Segundo os organizadores, é importante que os calçados sejam novos, pois os diabéticos possuem um quadro sensível de saúde.

A meta é conseguir pelo menos 20 pares para suprir a demanda atual. Os sapatos serão utilizados durante os exercícios físicos ministrados todas as terças, quintas e sextas em um espaço cedido na Associação dos Magistrados do Amapá (Amaap), que fica bem atrás da Unifap.

“A gente sabe que a prática da atividade física é importante, principalmente na idade deles e é necessária uma proteção para esses exercícios. No caso dos diabéticos, essa proteção é ainda mais importante. Muitos realmente não têm condições, mas precisam muito do calçado para melhorar a sua qualidade de vida”, diz a pós-graduanda Luane Lorrana de Souza Barbosa, de 28 anos.

O projeto

Existente há 10 anos, o projeto nasceu do curso de pós-graduação em Ciências da Saúde, em parceria com a Associação dos Diabéticos do Amapá, como uma forma dos residentes do curso realizarem suas pesquisas. A iniciativa atende pessoas com diabetes, principalmente idosos, atendidos pela Unidade Básica de Saúde da Unifap e do bairro Zerão.

 

Durante a semana, são ofertadas aulas de hidroginástica, aulas de ritmo, iniciação ao pilates, caminhada e treinamento funcional. Além do exercício físico, a iniciativa oferece todo um acompanhamento do quadro de saúde dos atendidos, através de aferição de pressão arterial, glicemia, medicamentos.

Para quem convive há muitos anos com a diabetes, o projeto está mais do que aprovado.

“Eu sou diabética há 14 anos e através da dieta e do exercício físico, eu já melhorei bastante. Eu sentia 17 sintomas da doença e hoje ela já tá controlada, eu faço exercício, não sinto tanta dor e estou bem. Eu também já cheguei a ter 80 quilos e hoje já estou com 58 quilos. Nós temos uma equipe maravilhosa que trata a gente com muito carinho e todo esse trabalho tem sido muito útil para a gente”, Lucidalva David do Nascimento, de 50 anos, atendida pelo projeto há um ano e três meses.

Para mais informações: (96) 98145-9798/98111-3254/98141-4999.

error: Conteúdo Protegido!!