Inspiração

Fisioterapeuta transforma luta e vivência com transtornos mentais em livro de poesias

Por Joyce Batista

Anne Caroline Pariz é uma fisioterapeuta de 35 anos, diagnosticada em agosto do ano passado com Transtorno Borderline e Transtorno Bipolar Afetivo, além de indiciação suicida. Como uma espécie de autoajuda, no início do tratamento e no processo de aceitação das suas doenças mentais, ela expressou através da escrita as dificuldades, sentimentos e experiências de quem vive com esses transtornos. Um verdadeiro caminho narrado pelas entranhas do tratamento ainda pouco debatido na sociedade amapaense.

A ideia de transformar as vivências em textos deu tão certo que a fisioterapeuta decidiu ir além. Agora, as poesias que trazem em seu conteúdo esse momento tão difícil preenchem as páginas de um livro que será lançado nesta quinta-feira, 28, em um shopping da capital. A obra foi intitulada “A Janela Que Mostrou o Mundo”, pois a maior parte dos textos ganhou vida em frente à janela do quarto de Anne, onde ela se refugiou no início do tratamento.

“Eu passei por um processo de tratamento após uma crise onde tentei suicídio. Eu fiquei internada em uma clínica durante um mês e surgiram alguns textos, fui para casa e continuei de licença médica, meio isolada. Eu sempre escrevi e desenhei um pouco, mas o tratamento aguçou minhas ideias e me fez querer colocar para fora tudo o que eu sentia. Aquilo foi me transformando, me ajudando a descobrir quem eu era e o que estava acontecendo comigo”, contou Anne Pariz.

Anne é a primeira amapaense a lançar um livro sobre como é viver com doenças mentais. Mais do que o desabafo de quem vive com a instabilidade psíquica e emocional, o livro representa a luta contra uma sociedade preconceituosa e excludente.

“O livro traz poesias relacionadas ao cotidiano de uma pessoa com doença mental e falar sobre isso é uma novidade no mercado amapaense. As pessoas não falam justamente pelo preconceito que há na sociedade, o mito é de que as pessoas que têm doença mental não podem fazer nada, mas nós podemos sim. Hoje eu sou uma exceção, mas espero não ser daqui para frente. Eu espero que o livro repercuta bem, que as pessoas aceitem bem e que a sociedade tenha mais respeito com a causa. Para mim, é uma honra começar a escrever com esse tema porque dói em mim e dói em vários companheiros também e é satisfatório saber que estou ajudando outras pessoas”, disse a mais nova escritora.

Outra curiosidade da é obra é que as ilustrações foram feitas pela filha mais nova de Anne, Sofia Helena, de apenas 9 anos, parceira da mãe junto com toda família nesse processo de passagem pela janela da alma da escritora.

O livro será lançado com preço acessível e as pessoas que comparecerem ao evento poderão conversar sobre sua temática com a própria autora, além de ter a obra autografada.

 

Serviço

Lançamento do livro “A Janela Que Mostrou o Mundo”

Data: 28 de fevereiro (quinta-feira)

Horário: A partir das 18h

Local: Livraria Acadêmica, localizada no Macapá Shopping

Livro: R$ 20

error: Conteúdo Protegido!!